Inteligência artificial – O que é e como ela afeta o nosso trabalho?

inteligência artificial
inteligência artificial

A evolução tecnológica é um processo extremamente rápido. Há poucas décadas, os únicos computadores eram armazenados em salas refrigeradas e operados apenas por especialistas. Hoje, podemos desfrutar de inúmeras funcionalidades em um smartphone que cabe no bolso.

Se antes a inteligência artificial (IA) só estava presente nos roteiros dos filmes de ficção científica, agora ela é uma realidade considerada fundamental para o mundo dos negócios. Para entender o que é inteligência artificial e quais desafios e oportunidades ela oferece, continue lendo este post!

O que é inteligência artificial?

Trata-se de uma área na ciência da computação cujo principal propósito é dar às máquinas a capacidade de pensar, como os humanos. Seu funcionamento envolve Big Data, computação em nuvem e análise de dados.

Sua origem é mais longínqua do que imaginamos. Desde a Grécia Antiga, já era idealizado um modelo de inteligência não humana com pensamentos autônomos. Mas foi entre os séculos XVII e XIX que o trabalho de matemáticos, como Alan Turing, trouxe avanços significativos.

O Teste de Turing, introduzido em 1950, é um dos primeiros experimentos no campo de inteligência artificial, que tem como objetivo testar a capacidade de uma máquina exibir um comportamento análogo ao humano.

Com o desenvolvimento da computação, as pesquisas foram progredindo e, hoje em dia, ela é considerada o futuro da tecnologia.

De que maneira ela está presente em nosso cotidiano?

Convivemos com ferramentas que aplicam essa tecnologia. Quando somos surpreendidos online com informações do nosso interesse, pode parecer mágica, mas quem está por trás é a inteligência artificial, analisando o comportamento do internauta e priorizando a aparição de informações relevantes.

Também desfrutamos da IA quando o Google preenche automaticamente os campos de busca, o Facebook recomenda marcações em fotos por meio do reconhecimento de imagens, o Waze prevê as melhores rotas de viagem etc.

E não para por aí! A inteligência artificial marca presença no mercado financeiro (prevendo movimentos do mercado de ações), área da saúde (detectando probabilidades e fatores de risco), indústria automobilística (com sistemas inteligentes para carros) e muito mais.

Como a IA afetará o mercado de trabalho?

Com o advento da inteligência artificial, a natureza do trabalho como conhecemos hoje será transformada. Mundialmente, diversos setores da economia já investem nessa tecnologia, movimentando bilhões de dólares nos últimos anos.

Porém, ainda há um receio sobre seus impactos na sociedade, o que motivou renomados cientistas, como Stephen Hawking, a assinarem uma carta alertando sobre os riscos de sua utilização.

Conforme declarado no Gartner Symposium 2017, até 2020 a IA acabará com cerca de 1,8 milhão de cargos. De acordo com o relatório divulgado pela Ball State University, grande parte dos postos que correm esse risco são os que exigem menos qualificação e oferece salários mais baixos.

Em contrapartida, estima-se que a IA criará 2,3 milhões de empregos, resultando em um ganho líquido de 500 mil novas funções. A utilização de robôs e máquinas elevará a produtividade e diminuirá os preços, aumentando a demanda agregada e estimulando a geração de empregos.

Ou seja, essa tecnologia ajuda a potencializar a capacidade humana, desempenhando um papel complementar para muitos trabalhadores, tornando-os mais rápidos, eficientes e produtivos. Portanto, a melhor forma de encarar essas mudanças não é como uma ameaça à sua carreira, e, sim, como uma oportunidade para se desenvolver profissionalmente.

Qual é a relação entre Business Intelligence (BI) e a inteligência artificial?

Os sistemas de BI fundamentam-se na constante análise de dados. Atualmente, os analistas precisam definir manualmente as métricas para ferramentas de BI. Ou seja, esse processo costuma abranger somente dados que a empresa já conhece.

Nesse contexto surge a IA, atuando com algoritmos inteligentes que aprendem com as experiências passadas. Quando implantados no software de BI, podem direcionar as empresas aos dados mais relevantes em seu histórico.

O BI baseado em IA ajuda a encontrar insights sobre dados não examinados, aproveitando as capacidades de geração de linguagem natural para realizar análises preditivas acuradas, facilitar a tomada de decisões e permitir uma resposta quase instantânea às tendências do mercado.

Inscreva-se em nossa newsletter
Crie, treine e implemente modelos de Machine Learning. Ganhe produtividade em sua equipe!